Quase um Roberto Carlos

Até hoje nenhum ser humano, conseguiu me explicar o que aconteceu quando cheguei à Santa Rita em 1976. Até então, ninguém havia me achado parecido com o cantor Roberto Carlos. Interessante que eu me olhava no espelho e não achava nenhuma semelhança. Por isso, resolvi tirar uma foto com um fotógrafo local e qual foi a minha surpresa quando ele mesmo, rindo, me falou: “Olha, eu só acho que é você, por que fui eu que tirei essa foto”. A semelhança era realmente grande.

A segunda metamorfose ocorreu em 1977, quando eu voltava à cidade. Minha voz começou a ficar parecida com a do cantor Roberto Carlos, a ponto de termos o mesmo timbre e tom de voz. E foi num Show, na festa de Santa Rita, que começou a minha carreira artística.

Responsável, o filho do dono do Hotel Pousada, festeiro e vereador da cidade na época, ficava me ouvindo cantar do lado de fora do meu apartamento na pousada. Um dia ele bateu na porta e fez o convite.

Nelson Silva - Chegou a Hora Contra CapaEmbora cantasse apenas uma música, “Os seus botões” do cantor Roberto Carlos, já tinha menina desmaiando, antes mesmo de eu começar a cantar. Foi nessa festa que conheci Roberto Colossi, empresário do Wanderlei Cardoso e do Jô Soares. Através dele, cheguei ao pai do Cazuza, João Araújo, começando assim minha carreira artística.

Agora, estou lançando um DVD sobre a minha carreira e preciso de alguns nomes. Já consegui o telefone do fotógrafo. Agora é muito importante que me ajudem a encontrar o vereador do município de Santa Rita do Sapucaí, no ano de 1977, que era gerente, e acho que também filho do dono do Hotel Pousada. Foi ele, como festeiro da Festa de Santa Rita, que me convidou para participar do Show, na praça principal da cidade, onde estaria presente o cantor Wanderlei Cardoso.