Um exímio compositor santa-ritense – Por Elísio (Pamphiro) Rosa

A história de uma cidade é feita por cidadãos de bem. Alguns se destacam por realizações nobres em prol da sociedade. Inseridas nessa nobreza estão a literatura, as artes e outras diversidades culturais. A cidade de Santa Rita é promissora nas atividades culturais provenientes de célebres criatividades.

Entre muitos personagens privilegiados por excelsa vocação posso destacar o grande compositor e maestro Augusto Telles. Suas composições fizeram sucesso no Sul de Minas pela exuberância de suas melodias e harmonias. Por décadas, ele manteve a banda musical Lira Nova Aurora. Tocavam-se dobrados, músicas clássicas, marchas militares e músicas populares. Tudo ele compunha proveniente de uma prodigiosa inspiração. Nas festividades cívicas ou religiosas, a Lira Nova Aurora tinha a sua participação assegurada. Ela alegrava os ares da cidade com sua sonoridade. Até mesmo nos féretros de personalidades a Lira Nova Aurora estava presente tocando marchas fúnebres da autoria de seu regente. A marcha fúnebre mais conhecida era “A Morte de um Santo”. Augusto Telles compôs valsas bem ao estilo brasileiro. Eram valsas que tocavam na alma pelas suas melodias sonoras. Valsas que tinham afinidades com o romantismo e respeito à pessoa amada. Em “Ternura Maternal” o sentimento de ternura é evidente. Outras valsas também traziam conotações de paz e amor altruístico. Entre elas estão: “Saudade de Anunciata”, “Aparecida Telles”, “Tudo na Mocidade”, “Lar Feliz”, “Suspiro de Virgem”, “Feliz Encontro”, “Juventude”. Compôs também sambas como “Bobo Alegre” e choros como “Aves”. A proficiência do Sr. Augusto Telles é notável nas suas composições sinfônicas. No seu clássico “Amor de Mãe” a sua inspiração vai além da nossa imaginação. Há também a fantasia sinfônica “Amor Eteno”, o “Primor”, ”Saudade do Passado” e outras obras. Obras que devem ter sido preservadas junto a um acervo artístico cultural. Os dobrados, por muitos anos, após findar a Lira Nova Aurora, passaram a ser executados pela banda do padre, Lira São José, na responsabilidade do grande músico Zequinha Major.

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY