Chico Moreira e o comunismo

O comunismo começava a se infiltrar e já havia alguns simpatizantes em Santa Rita que difundiam a ideia de que todos seriam iguais e de que tudo seria dividido em partes idênticas a todos. Chico Moreira, sem dúvida o cidadão mais rico da cidade e das cidades vizinhas, era observado com atenção por essa camada da população que sonhava com a igualdade. Certa feita, atravessando a Rua da Ponte em direção ao Banco Nacional, do qual era presidente e fundador, foi visto por alguns simpatizantes do comunismo que comentavam entre eles: “Quando chegar o comunismo, Chico Moreira vai ficar igualzinho a nós!” Nisso, o outro retrucou: “Mas eu não quero que o Chico fique igual a nós. Eu é que quero ficar igual a ele!” A conversa acabou por ali.

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY